Relicário

Fragmento do conto "Ele", de Franz Kafka

“Tem dois inimigos: o primeiro ameaça-o por trás, desde as origens; o segundo fecha-lhe o caminho para diante. Luta contra ambos. Na realidade, o primeiro apóia-o em sua luta contra o segundo, quer impeli-lo para diante e da mesma maneira o segundo o apóia em sua luta contra o primeiro, empurra-o para trás. Mas isto é somente teórico. Por que além dos adversários também existe ele, e quem conhece suas intenções? Sempre sonha que em um momento de descuido – para isso faz falta uma noite inimaginavelmente escura – possa se safar da linha de combate e ser elevado, pela sua experiência de luta, por cima dos combatentes, como árbitro.”
Fragmento do conto “Ele”, de Franz Kafka  (A muralha da China. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 2000. p. 220)

Previous post

F.D.P

Next post

Pós-modernidade