O que que há

PALAVRAS E VOZES TÊM FORÇA PARA MUDAR O MUNDO! FAÇA TAMBÉM A SUA PARTE! AJUDE A DIVULGAR ESTA CAMPANHA QUE LUTA CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL! Para mais infirmações clique aqui.

Leia Mais
Desconversas

A cada dia que passa, mais a Ana Maria Braga parece o Louro José.

Leia Mais
Textos de colaboradores

Acabo de desligar a TV: o jornal disparou fulminante sobre os ataques criminosos em São Paulo: ônibus queimados, delegacias, bancos, supermercados e outras lojas depredados e alvejados… Carcereiros, policiais e correlatos aos criminosos – se é que há como diferenciar estes dois últimos – são vítimas de atentados. Homens de

Leia Mais
Robert de Andrade

Os super-heróis me ajudaram a entender que meus atos jamais teriam a magnanimidade necessária para salvar a humanidade do “mal”, ou seja, eu não vou conseguir mudar o mundo. Não o mudei, no entanto não deixei de tentar. Mais tarde, depois de matar o super-homem e o homem-aranha, voltei a

Leia Mais
Robert de Andrade

Um amigo me disse que a cena mais bizarra de Pink Flamingos “é aquela transa no meio das galinhas”. Minha mulher diz que a transa bestial não é nada perto da “dança do cu”. O vendedor de ovos, o aniversário de Divine, a antropofagia grupal… Não adianta tentar encontrar a

Leia Mais
Robert de Andrade

A matéria do sonho pode ser sentida, tocada ou até mesmo trazida para nossa suposta realidade. No entanto, o domínio sobre este campo da abstração requer uma longa jornada; deve-se ter uma vida miserável ou, no mínimo, monótona, a ponto de rejeitar a vida repetitiva que incide sobre nós quando

Leia Mais
Barroso da Costa

– Ajeita a luz, Silveira. Isso… Pronto! Testemunho 22, take 1. Gravando. – Sim, meu nome é Mário de Souza Bittencourt, ex-ator de televisão. Tenho 26 anos. É… eu atuei naquela novela, sim. Falar sobre minha vida? Desde pequeno tenho manias, vícios. Lembro-me de quando ficava o dia inteiro trocando

Leia Mais
Barroso da Costa

Outro dia vi a propaganda de um filme brasileiro, com o José Wilker, intitulado “O Maior Amor do Mundo”. Parecia tratar do amor de um senhor por uma moça, no frescor e rigidez de seus vinte e poucos anos… Não sei, não assisti ao filme, mas a poética obviedade do

Leia Mais
Textos de colaboradores

Tudo que é bom é imoral, é ilegal e impublicável. É verdade que se trata de um trocadilho salafrário com o nome desta revista, e o refrão de uma musiquinha yê yê yê,  mas não poderíamos nos esquivar de falar nestas toscas páginas de vetos e censuras. Não é necessário

Leia Mais
Fábio Almeida

Reza a lenda que um treinador de futebol havia dito aos seus jogadores: _ Pênalti se bate assim: forte, rasteiro, no canto que o goleiro não tá! Tão óbvio que até hoje não sei por que os jogadores insistem em perder pênaltis. Agora, nos “tempos modernos”, recebo inúmeros e-mails com lições maravilhosas

Leia Mais