Relicário

Parte Seis – The Bishop

Sibéria, 13 de dezembro de 2060.

Andreiev Melochenko[1]

Seis horas depois que Mr. Dalygnol havia saído do local, o assassino geneticamente produzido pela CIA estava descendo a Serra da Mantiqueira em trajes de alpinista. Os olhos esbugalhados do The Bishop eram assustadores, ele parecia carregar na retina todo o ódio acumulado ao longo do evolver da humanidade. Recebia megabytes de informações da agência central a cada milésimo de segundo. Em míseros 17s estava fluente em português, inclusive com os tropeços gramaticais para demonstrar a baixa capacidade intelectual. Na cidade, The Bishop hospedou-se numa pensão barata, passou a noite em silêncio, enquanto cuidadosamente acariciava a lâmina na pedra de afiar. Em três dias, o artilheiro estaria em Juiz de Fora para atos da campanha no conturbado pleito eleitoral. Na Virgínia, Mr. More recebia relatórios a cada 120min. Não demonstrava apreensão, jamais um The Bishop havia falhado em missão desde 1950, ainda que em versões mais obsoletas e parcialmente humanizadas. Coçava as bolas como de costume, aproveitava-se da pequena plateia em hora-extra na agência para descrever orgulhosamente pela terceira vez naquela semana a perfeição do salto noturno sobre o Monte Roraima. Os puxa-sacos fingiam desconhecer a história. No Brasil, a multidão acotovelava-se para chegar mais perto do artilheiro. Os urros de mito e o olhar fixo no candidato, que se movia com dificuldade, foram suficientes para a despercebida chegada do The Bishop. O controle do instrumento pérfuro-cortante de 17,8cm de lâmina em linear aceleração, o deslizamento perfeito do aço sobre as camadas de tecido, depois o veloz retorno pelo mesmo trajeto trazendo as tripas e as fezes para o poluído ambiente. O golpe foi fisicamente magistral e saiu como planejado; sem suficiente letalidade, o objetivo da missão era outro. Em poucos minutos, The Bishop estava imobilizado e preso, porém nada mais tinha em sua mente senão idiotices a ofertar para o delegado e o juiz criminal. O candidato venceu o pleito eleitoral para o regozijo de Mr. More, o problema agora era dos brasileiros. The Bishop ‘morreu’ enforcado na penitenciária federal de Campo Grande, região centro-oeste do Brasil.

<<Parte CincoParte Sete>>

[1] Andrey Régis de Melo

Previous post

Parte Sete – 2060

Next post

Esses ésses