Robert de Andrade

Maldita Fama Literária

Todo escritor devia ser reconhecido pelo que escreve e não pelo que faz fora dos livros. Isso não é muito comum no Brasil e pelo visto nunca foi. Muitos escritores brasileiros fazem fama antes de lançarem o seu primeiro livro, como se isso fosse uma garantia de sucesso de vendas, o que não assegura a boa qualidade da obra. Aqui em Belo Horizonte há um grupo, creio que igual exista em outros cantos do mundo, ávido pela fama literária, para isso fazem uso dos mais variados recursos. Quando comecei a frenquentar esse meio, obviamente sem saber que ali havia uma efervescente briga de senhoras, muitos foram os “escribas” que me pediram para escrever algo bacana sobre eles. O livro acabava ficando de lado, era como se eles temessem que seus textos fossem realmente lidos. Não escrevi sobre ninguém e parei de frequentar esse chá das cinco.

 O fato é que não gosto de escritores, gosto é de literatura e coincidentemente os autores que costumo ler não são apresentadores de Big Brother e não se maquilam para ficar bem na foto. Lima Barreto não vestia fraque para agradar seus leitores e Moteiro Lobato continuou editando seus livros depois de vê-lo bêbado e jogado a sarjeta. Bukowski não era muito diferente dos seus personagens: bêbados, vagabundos e sujos. Dostoiévski passou o maior perrengue na cadeia, Sartre recusou um prêmio Nobel e por aí vai.

Apesar de ter citado apenas finados escritores, os malditos ainda não acabaram. O nosso mais recluso escritor, Rubem Fonseca, acaba de lançar um romance intitulado José, a crítica anda dizendo que o livro tem um quê de autobiográfico. Sei pouco sobre o escritor e parte do pouco que sei provavelmente não é verdade, no entanto, li quase toda sua obra. Não me importa se o velho Zé Rubem toma Coca-cola quente ou se escreveu roteiro para filmes do governo militar brasileiro, a mim, só interessa sua obra, que ele continue vivo e escrevendo.

Robert de Andrade

Os Impublicáveis

Previous post

O futuro mecânico

Next post

13 de julho, dia mundial do rock